Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020 Fale Conosco Redação: (45) 9.9934-0761
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Gordinho do Suco que já fez parte do grupo dos 8, mantém voto que aprova projeto tarifa mínima; VÍDEO

Marechal | 23/06/2020 | 03:40 |
RESUMO DA NOTÍCIA
Câmara aprova extinção da tarifa mínima da água com voto favorável do vereador que sumiu na sessão passada, segundo o vereador por causa de um pneu furado (Assista o vídeo do desabafo). O projeto é de autoria do vereador Josoé Pedralli e agora segue para sanção do prefeito Marcio Rauber
NOTÍCIA COMPLETA
Depois da polêmica ausência na sessão da semana passada, o vereador Cleiton Freitag, o Gordinho do Suco, que faz parte da base de apooio da Prefeito Marcio Rauber, compareceu na sessão desta segunda-feira (22) na Câmara de Marechal Cândido Rondon e foi decisivo na votação do projeto que prevê e extinção da tarifa mínima de água no município. Assim como fez na primeira votação há duas semanas, ele manteve seu voto a favor do projeto, que acabou aprovado em definitivo por 7 votos a 6.

Antes de votar favorável ao projeto Cleiton Freitag fez uso da tribuna, pedindo respeito aos 1773 eleitores que o tornaram o vereador mais votado nas eleições 2016, se dirigindo principalmente aos vereadores de oposição que bateram "colocado" e iclusive fizeram piadas sobre a falta "providêncial" do vereador Gordinho do Suco na sessão passada, justamente momento que seria votado o projeto aprovado hoje com voto favorável do vereador que faltou na sessão citada anteriormente.
 
Gordinho ainda se desculpou com os correligionários falando sobre a Era Rauber citando "é a alegria da população de Marechal Cândido Rondon, nasceram mil crianças, o anel viário está pronto, não tem cirurgia fantasma na Era Rauber"...e finalizou dizendo "vou mantê o voto que eu mantive por que eu sô home" e deixou a tribuna aplaudido pelo vereador Ronaldo Pohl. (Assista o restante do desabafo do Gordinho na Fan Page do Conecta Oeste onde está disponível a sessão na íntegra). 

Sessão em que o projeto foi votado em primeira discussão cobra de todos aqueles que consomem, mensalmente, menos de 10 metros cúbicos de água, o que equivale a 10 mil litros. Na época da apresentação do projeto, a taxa mínima para consumo residencial era de R$ 30,72 e, para o comércio, R$ 50,71.

Na segunda votação do projeto na noite desta segunda-feira, repetiu-se o resultado da primeira. Votaram a favor da extinção da tarifa os vereadores Adelar Neumann, Adriano Cottica, Arion Nasihgil, Claudio Kohler (Claudinho), Cleiton Freitag (Gordinho do Suco) e Ronaldo Pohl. Foram contrários os vereadores Adriano Backes, Dorivaldo Kist (Neco), Nilson Hachmann, Pedro Rauber, Portinho e Vanderlei Sauer.

A matéria segue agora para a mesa do prefeito Marcio Rauber que poderá sancionar a lei ou veta-la. 
| Fotos: Conecta Oeste |
PUBLICIDADE
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL
UNIPAR - Polo Nova Santa Rosa Graduação e Pós EAD 2020
Arena Society
Isenção de IPVA saiba como
Contrate Sonoriza Som