Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020 Fale Conosco Redação: (45) 9.9934-0761
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Japão começa a estudar implementação de moedas virtuais

Tecnologia | 06/07/2020 | 01:23 |

O Banco do Japão vai começar a fazer experimentos para checar a viabilidade do uso de moedas digitais como alternativa para o dinheiro de papel.

Não há planos imediatos para o uso de uma versão digital do yen, a moeda japonesa, em substituição à moeda de papel. Mas o Banco do Japão anunciou um estudo com um banco central responsável por emitir um dinheiro digital, e quer entender quais são os maiores obstáculos para a popularização de moedas virtuais - e os desafios que elas oferecem para instituições financeiras.

Entre potenciais desafios, a instituição teme que queda de energia ou problemas de rede possam causar danos econômicos. No Japão, essas questões são delicadas, considerando que o país experiencia terremotos com frequência, e uma pane em um sistema de moeda virtual pode resultar em caos.

Outra questão ser estudada é a adoção da tecnologia pela população japonesa. Atualmente, estimativas apontam que 65% dos moradores do país possuem um smartphone, mas o número é consideravelmente menor quando a população mais velha é levada em consideração.

Assim, uma migração total para uma plataforma de pagamentos digitais pode ser desastrosa para idosos e população vulnerável.

Portanto, o objetivo é encontrar uma solução que seja viável para ser amplamente usada ao mesmo tempo que funciona mesmo offline, e que não exige um smartphone para os pagamentos.

O Japão não é o primeiro país a olhar para moedas virtuais como opção para o futuro: a China também já testa um sistema parecido, e pretende fazê-lo em cidades como Shenzen e Pequim em breve.

Via: ZDNet

| Fotos: Divulgação / Olhar Digital |
PUBLICIDADE
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL
Tradição e qualidade nos mínimos detalhes! Agende seu horário!
Senac Marechal, Cursos Técnicos, Seja Protagonista do Seu Futuro
Coresul Tintas empresa genuinamente rondonense. Proteção e beleza que a sua obra precisa!
Isenção de IPVA saiba como