Sábado, 24 de Outubro de 2020 Fale Conosco Redação: (45) 9.9934-0761
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Moradora do Mato Grosso que foi adotada em Cascavel com 1 hora de vida tenta localizar familiares

Conteúdo publicitário | 23/09/2020 | 02:35 |

O desejo em conhecer a família biológica fez com que a Marizete Chimaida Alcântara fizesse contato nesta terça-feira.

A mulher de 51 anos mora atualmente em Alta Floresta, no Mato Grosso, mas nasceu em Cascavel em 1969.

Ela relata que poucas horas depois do parto foi adotada e aos 11 anos mudou-se para o Mato Grosso, onde reside até hoje.

A Marizete tem muita vontade de localizar algum familiar para preencher o vazio e conseguir saber suas origens.

“A parteira, assim chamada na época foi a intermediária entre minha mãe biológica e meu pai do coração. Meu pai do coração viu minha mãe grávida de mim com sete meses de gestação, mas não conversaram.

Meu pai do coração (em memória) sempre dizia que eu e minha mãe somos muito parecidas. Com 1 hr após o meu nascimento  a parteira foi com seu filho que exercia a profissão de  taxista me levar para a casa da minha nova família. Aos 11 anos de idade, mudamos para o estado do Mato Grosso, onde resido até o momento.

Hoje tenho 51 anos de idade, sou casada, mãe de três filhos. Apesar de receber amor, carinho e muita dedicação de meus pais do coração.  Sinto a falta e a necessidade de conhecer minha família biológica, saber minha história e  minhas raízes. Só  preciso preencher esse vazio dentro de mim. Peço a todos que tiverem conhecimento da minha história, me ajudem encontrar minha família”.

Ela não tem o nome da mãe biológica, mas quem tiver alguma informação sobre casos parecidos pode entrar em contato pelo telefone (66) 98457-1863.

PUBLICIDADE
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL
Contrate Sonoriza Som
Tradição e qualidade nos mínimos detalhes! Agende seu horário!
Point Drink's, o Point especializado em Drink's
Arena Society
Divulgação, Locação de Som e Luzes