Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020 Fale Conosco Redação: (45) 9.9934-0761
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Novo ciclone se aproxima do Paraná com menor intensidade: 'Vem trazer o frio', diz meteorologista

Paraná | 07/07/2020 | 13:20 |

Entre terça (7) e quarta-feira (8), um ciclone extratropical pode atingir novamente o Paraná. O alerta foi feito pelo Sistema Meteorológico do estado (Simepar).

Entretanto, segundo os meteorologistas, os transtornos serão menores do que os causados pelo temporal que atingiu o estado na terça-feira (30), pois o ciclone que se forma no Oceano Atlântico é menos intenso.

De acordo com o Simepar, os ciclones extratropicais são resultado de um sistema de baixa pressão atmosférica, que se forma sobre o oceano e se aprofunda na superfície.

"Vem trazer o frio. Os ventos podem chegar entre 60 km/h e 70 km/h. Chuva mesmo vai ocorrer entre terça e madrugada de quarta-feira", explicou o meteorologista Paulo Barbieri.

De acordo com ele, a frente fria está em Santa Catarina, entre norte do Rio Grande do Sul e o sul do Paraná.

"A frente fria vai permanecer causando chuvas e ventos moderados, principalmente, nas regiões da metade sul do estado. Os raios não estão descartados. Na sexta-feira e sábado pode ter geada no Paraná", alertou.

O meteorologista ainda afirma que toda frente fria que passa tem um ciclone que formou ela. Portanto, esses fenômenos acontecem todo ano.

"Toda hora tem ciclone, mas uns se intensificam mais que os outros. Da outra vez, a pressão atmosférica baixou muito rápido e causou ventos de mais de 100 km/h. O dessa semana não se aprofunda tanto, então não causa tantos estragos", reforçou ele.

Veja como se cadastrar para receber alertas da Defesa Civil

Conforme o Simepar, Curitiba e Cascavel podem ter mínima de 6º na quinta-feira.

Já Ponta Grossa e Guarapuava podem registrar mínima de 3º na sexta.

Registro do último temporal

Na terça-feira (30), o temporal atingiu diversas regiões do estado e causou estragos. Muitas famílias ficaram ser energia elétrica e sem abastecimento de água.

A velocidade dos ventos chegou a 120 km/h em algumas cidades. Também houve registro de queda de granizo em alguns municípios.

Segundo a Defesa Civil, o temporal atingiu 83 municípios paranaenses e afetou 27 mil pessoas. Cerca de 5,3 mil casas foram danificadas e 10 destruídas. Onze pessoas ficaram feridas durante a chuva com ventos fortes.

Em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, um homem morreu depois de cair da cobertura de uma igreja. De acordo com a Polícia Civil, ele estava consertando o telhado que foi destruído pelo vendaval.

Ventos arrancam telhado de conjunto habitacional de Curitiba; VÍDEOTemporal destrói telhado e muros de abrigo com cerca de mil cães em Campo Magro

| Fotos: Divulgação/José Fernando Ogura/AEN |
PUBLICIDADE
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL
Senac Marechal, Cursos Técnicos, Seja Protagonista do Seu Futuro
Contrate Sonoriza Som
Tradição e qualidade nos mínimos detalhes! Agende seu horário!
Arena Society